Engenharia Civil

O Curso


O curso de Engenharia Civil da FEPI está há mais de 40 anos, enriquecendo o mercado da construção civil em todo o país com profissionais competentes. O aluno que ingressar no curso terá a oportunidade de obter conhecimentos específicos em diversas áreas: edificações, estruturas, estradas, barragens, saneamento básico, gerenciamento de obras, desenvolvimento de projetos e outros. Sempre procurando atender a ascensão e a dinâmica do mercado de trabalho, o curso de Engenharia Civil da FEPI busca proporcionar aos seus alunos diversas atividades teóricas e práticas tais como iniciação científica, participação em seminários e feiras, trabalhos comunitários, visitas técnicas. As aulas práticas do curso são desenvolvidas em modernos laboratórios, equipados com novos instrumentos e máquinas.
Com o objetivo de complementar o conhecimento dos alunos em áreas específicas, a Engenharia Civil da FEPI oferece também cursos de extensão e pós-graduação atendendo às necessidades de um aprendizado enriquecido por assuntos técnicos e científicos aprimorando conhecimentos, habilidades e atitudes de seus alunos.
A atividade de monitoria também é parte fundamental da proposta de trabalho do curso. Assim, as aulas de monitoria são ministradas pelos próprios professores das disciplinas ou por alunos selecionados.
O conhecimento do conteúdo específico e a busca constante de seu aperfeiçoamento sempre foram considerados requisitos fundamentais para nossos professores, para que possam contribuir com nossos alunos na descoberta de conhecimentos que os habilite a serem autônomos, críticos e excelentes profissionais.

Modalidade: Bacharelado
Carga Horária Total: 3801 horas
Carga horária geral com optativa: 3834 horas
Duração: 5 anos – 10 semestres
Turno: Diurno
Número de vagas: 50
 

 

 Áreas de atuação de mercado de trabalho

Com mais de 40 anos, o Curso de Engenharia Civil do Centro Universitário de Itajubá tem procurado se manter atualizado e atento aos desafios. A demanda pelo profissional é crescente e o desenvolvimento nacional depende fortemente das atividades desempenhadas pelo Engenheiro Civil, em projetos ou execução, nas diversas áreas da produção. O anuário EXAME divulgou que até o ano de 2010 os investimentos seriam nas seguintes áreas:

 * Construção de adutoras para abastecimento de água em diversos municípios; obras de saneamento, implantação de novas barragens e açudes no país; ampliação e modernização dos aeroportos do país; ferrovias que estão em projeto ou em construção, ampliação, implantação e reforma de hidrovias; ampliação e construção de metrôs em todo país; construção de pontes e viadutos no país; 107 mil quilômetros é a extensão total das rodovias onde serão implantadas obras de melhoria; conclusão de obras viárias em projeto ou em construção no país; investimento pelas concessionárias privadas nos próximos 25 anos em manutenção de estradas.

Com estes dados fica claro que o país tem grande necessidade de profissionais da Engenharia Civil não apenas para cumprir as metas acima listadas, que são relativas somente à infra-estrutura, não tendo sido relacionadas às obras na área de habitação, saúde e educação.
 

Profissão


 

Locais de estágio

Empresas do ramo de Engenharia Civil.

Laboratórios

 

Educação continuada

 

Sobre o curso

Turno: Diurno
Duração: 5 anos
Período : Semestral
Coordenador: Prof. Me. Demarcus Werdine

Prof. Me. Demarcus Werdine
Tour virtual