Engenharia Elétrica

O Curso

O Curso de Engenharia Elétrica é um curso de nível superior com duração de 5 anos. O corpo docente do curso é composto por professores experientes, titulados e qualificados, proporcionando ao acadêmico um ensino de alta qualidade. A proposta do curso é implementar uma sólida formação técnico científica e profissional geral que capacite o futuro engenheiro a absorver, desenvolver novas tecnologias, estimulando a sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em atendimento à demanda da sociedade.
O curso de engenharia elétrica oferece aulas práticas em laboratórios, onde o aluno pode comprovar de forma experimental os conceitos obtidos em aulas teóricas.
O curso de Engenharia de Elétrica nasce da missão da FEPI - Centro Universitário de Itajubá de buscar o desenvolvimento regional, proporcionando qualificação em nível superior em consonância com as necessidades das empresas implantadas na região. Sendo uma cidade universitária, existe uma grande procura por cursos de engenharia. Pela grande quantidade de empresas instaladas na cidade, existe a necessidade de cursos de engenharia noturnos, pois a maioria dos alunos trabalham durante o dia.
Pretende-se, com o curso de engenharia elétrica, formar um engenheiro eletricista com formação generalista, que atua na geração, transmissão, distribuição e utilização da energia elétrica. Em sua atuação, estuda, projeta e especifica materiais, componentes, dispositivos e equipamentos elétricos, eletromecânicos, magnéticos, de potência, de instrumentação, de aquisição de dados e de máquinas elétricas. Ele planeja, projeta, instala, opera e mantém instalações elétricas, sistemas de medição e de instrumentação, de acionamentos de máquinas, de iluminação, de proteção contra descargas atmosféricas e de aterramento. Além disso, elabora projetos e estudos de conservação e de eficientização de energia e utilização de fontes alternativas e renováveis. Coordena e supervisiona equipes de trabalho, realiza estudos de viabilidade técnico-econômica, executa e fiscaliza obras e serviços técnicos; e efetua vistorias, perícias e avaliações, emitindo laudos e pareceres. Em suas atividades, considera a ética, a segurança, a legislação e os impactos ambientais.

O curso de Engenharia de Elétrica apresenta os seguintes indicadores:
Carga Horária Teórica (sem optativa): 2421
Carga Horária Prática: 947
Estágio Supervisionado: 200 horas mínimo
Atividades complementares: 140 horas mínimos
Carga Horária Total obrigatória: 3708 horas
Carga Horária Optativa: 34 horas
Tempo de Integralização: mínimo: 10 semestres | máximo: 18 semestres
Número de dias letivos: 100 por semestre | 200 por ano
Existem várias perspectivas e possibilidades de inserção profissional do egresso após a sua formação dentro do município de Itajubá e também na região Sul de Minas e São Paulo.
 

 

Mercado de Trabalho

O egresso poderá atuar em toda cadeia produtiva de empresas de produção de bens como a indústria automobilística, alimentícia, eletrodoméstica, de equipamentos e aeronáutica dentre outros. Poderá atuar também na área de gerência de projetos, desenvolvimento de projetos, fiscalização de projetos e sistemas elétricos, melhoria de projetos e sistemas elétricos já existentes dentre outras.
 

Estágio Supervisionado

O Estágio Supervisionado é uma atividade básica do processo de aprendizagem e é fator de integração escola-empresa-mercado. É por meio dele que o aluno aprofundará os conhecimentos adquiridos, à luz de experiências concretas de trabalho. Durante o estágio, o aluno tem oportunidade de desempenhar uma série de atividades cuja finalidade maior é a de aprimorar habilidades e competências, principalmente as procedimentais e atitudinais, que ele já vem desenvolvendo ao longo do curso.
Para o curso, o estágio serve como balizamento e avaliação, permitindo, por meio de informações retornadas da empresa, um processo contínuo de aperfeiçoamento da formação profissional do aluno.

Educação continuada
O egresso do curso de Engenharia Elétrica tem uma série de opções de carreira a seguir. Pode buscar cursos de aperfeiçoamento em áreas técnicas e gerenciais através de cursos de especialização, além da formação acadêmica em cursos de mestrado e doutorado.
 

O Curso de Graduação em Engenharia Elétrica da FEPI tem sua estrutura curricular organizada com as disciplinas distribuídas nos seguintes eixos:


I. Conteúdos básicos:
- Administração
- Álgebra Linear
- Cálculo I
- Cálculo II
- Cálculo II
- Cálculo IV
- Cálculo Vetorial
- Ciências Ambientais
- Ciências dos materiais
- Comunicação I
- Comunicação II
- Desenho Técnico
- Eletricidade Básica
- Engenharia Econômica
- Fenômenos de Transporte
- Física I
- Física II
- Geometria analítica
- Informática I
- Informática II
- Introdução à Engenharia
- Mecânica
- Metodologia Científica
- Probabilidade e Estatística
- Química
- Relações Interpessoais
- Sistemas Lineares


II. Conteúdos específicos:
- Circuitos Elétricos
- Eletromagnetismo
- Eletrônica Aplicada
- Eletrônica Básica
- Eletrônica de Potência I
- Eletrônica de Potência II
- Empreendedorismo
- Máquinas Elétricas I
- Máquinas Elétricas II
- Processamento de Sinais
- Redes
- Sistemas de Controle I
- Sistemas de Controle II
- Sistemas de Controle III
- Sistemas Digitais I
- Sistemas Digitais II
- Sistemas Digitais III
- Sistemas Digitais IV
- TCC


III. Conteúdos profissionalizantes:
- Acionamentos Elétricos
- Análise de Sistemas de Energia Elétrica I
- Análise de Sistemas de Energia Elétrica II
- Automação Industrial I
- Automação Industrial II
- Distribuição de Energia Elétrica
- Eficiência Energética
- Estabilidade de Sistemas de Potência
- Fluxo de Potência Harmônico
- Geração de Energia Elétrica
- Instalações Elétricas Industriais
- Instrumentação Industrial
- Inteligência Artificial Aplicada I
- Inteligência Artificial Aplicada II
- Medidas Elétricas
- Proteção de Sistemas Elétricos
- Qualidade de Energia
- Redes Industriais e Supervisão de Processos
- Sistemas Dinâmicos
- Subestações
- Transitórios
- Transmissão de Energia Elétrica

IV. Atividades complementares:
- Cursos de extensão
- Cursos de línguas estrangeiras
- Disciplinas cursadas em outros cursos
- Monitoria
- Participação em Palestras, Seminários, Congressos
- Trabalhos de iniciação científica
- Trabalhos de pesquisas
- Trabalhos voluntários supervisionados. Ciência Política

V. Estágio supervisionado.

Laboratórios

Física

Utilizado na realização de práticas envolvendo movimento de corpos sólidos, estudo do movimento retilíneo, variado e queda livre, estudos relacionados à segunda lei de Newton e suas aplicações, conservação de energia, eletromagnetismo, experimentos de termodinâmica, entre outros.

Química

Neste ambiente didático são realizadas aulas expositivas e práticas envolvendo caracterização e separação de misturas, preparo de solução, titulação, medidas de pH, eletrólise, reações espontâneas, entre outras.

Eletrônica analógica

Atende disciplinas da área de eletrônica analógica, digital e de potência, bem como eletricidade e eletrotécnica. Possui recursos necessários à prática envolvendo análise de sinais, circuitos eletrônicos e dispositivos eletrônicos de potência, bem como equipamentos para medição de grandezas elétricas.

Eletrônica digital

Neste laboratório são realizadas atividades práticas na área de eletrônica digital, processamento de sinais e sistemas de controle, além de programação de dispositivos microcontrolados e simulações computacionais. Possui computadores bem como módulos didáticos e equipamentos atualizados, que favorecem o desenvolvimento das práticas em laboratório.

Máquinas elétricas

Atende disciplinas da área eletrotécnica, instalações elétricas, máquinas e acionamentos elétricos. O laboratório possui recursos para estudos práticos em transformadores monofásicos e trifásicos, motores elétricos monofásicos, trifásicos, servomotores, bem como dispositivos de comando e acionamentos elétricos e drives para controle de máquinas elétricas.

Laboratórios de Tecnologia da Informação LTI:

São laboratórios equipados com computadores e softwares da última geração que permitem elaborar projetos elétricos diversos. Nestes laboratórios são ministradas aulas de informática, programação, CAD elétrico, entre outras. Os alunos têm a oportunidade de utilizar recursos computacionais para desenvolvimento de programas com aplicações na área e inteligência artificial, sistemas de controle, análise de redes elétricas de potência e estudos de transitórios eletromagnéticos, por exemplo.

Redes

O laboratório de redes de computadores é utilizado para que sejam realizadas simulações de redes por meio de configuração de equipamentos de roteamento gerenciáveis. São simulados diversos de servidores atuando em conjunto com os equipamentos de rede.

Automação industrial

Atende disciplinas da área automação, pneumática e hidráulica. Possui recursos para prática de CLPs – Controladores Lógicos Programáveis, instalações eletrohidropneumáticas, redes industriais e supervisórios de sistemas automatizados.

Sobre o curso

Turno: Noturno
Duração: 5 anos
Período : Semestral
Coordenador: Prof. Me. Tiago Rodrigues dos Santos Nogueira

Prof. Me. Tiago Rodrigues dos Santos Nogueira
Tour virtual