Ex-aluno do curso de Ciências Biológicas da FEPI atua como guia em ambiente selvagem no Pantanal

Rafael Albo de Oliveira, biólogo formado na FEPI no ano de 2015. Após a graduação, ingressou no mestrado, em comportamento e biologia animal da Universidade Federal de Juiz de Fora. Após concluir o curso decidiu conhecer o Pantanal, a maior planície alagável do mundo. O biólogo contou que, apesar de ser o menor bioma brasileiro (140000 km²) é o mais bem preservado, exibindo características únicas. “É um bioma de transição, onde podemos encontrar espécies tanto amazônicas, quanto de cerrado e também de mata Atlântica” disse Rafael.

“Como guia em um ambiente selvagem, preciso estar sempre atento, pois são minha responsabilidade a segurança dos turistas que buscam conhecer o Pantanal. Cavalgadas pelas savanas e através de capões e cordilheiras, canoagem pelo rio Abobral, caminhadas ecológicas pela mata, safári fotográfico, são algumas das atividades que compõe minha rotina aqui no Pantanal” contou o biólogo.

Agora, com a aquisição de camera-traps, busca investigar a rotina dos principais animais que passam pela região, como a anta, o veado-mateiro, a jaguatirica, o puma, e a onça-pintada. “Meu propósito é aprender sempre mais e compartilhar isso com as pessoas que guio. Mostrando a importância da preservação dos ambientes naturais e seus habitantes, e como isso reflete no nosso estilo de vida. Se de um grupo, mesmo que apenas uma pessoa volte para a casa transformado pelo Pantanal, então sei que cumpri meu dever de ser uma das muitas vozes desse bioma, em sua luta pela conservação” relatou Rafael.

Segundo ele, o que rege esse ecossistema único, são as águas, chegando pelas chuvas entre os meses de novembro e dezembro. O pico da enchente ocorre entre Janeiro a Março, e a melhor maneira de se locomover pelas planícies é a cavalo ou por barco. Durante Abril até Junho ocorre a Vazante, época do ano de maior fartura para as espécies, não atoa, milhares de aves escolhem essa estação para a sua reprodução. Entre julho e outubro, é o período de seca, e o mais complicado para os animais, já que estes podem ser assolados pelos incêndios (naturais ou impostos pelo homem).

O Pantanal é um ambiente de superlativos, onde vive o maior felino selvagem das américas, a onça-pintada. Um macho adulto pode pesar mais de 100 kg e possuir a mordida mais poderosa dentre todos os grandes felinos do mundo. A tímida Anta, o maior mamífero terrestre do Brasil, com sua peculiar tromba e ótimas habilidades natatórias. Os rios são dominados pelos jacarés-do-pantanal e em algumas regiões, a maior lontra do mundo, a ariranha, impõe respeito mesmo frente a frente com a onça. Nos cerrados pantaneiros, o curioso tamanduá-bandeira pode ser visualizado em sua constante busca por cupins e formigas, dividindo este ambiente, a maior ave do Brasil, e uma das maiores do mundo, a Ema, pode ser contemplada em seus arranques de velocidade, buscando refúgio atrás de algum arbusto.