JUPED promove reflexões sobre a Educação frente aos desafios da atualidade

Do dia 07 a 09 de outubro, aconteceu no Centro Universitário de Itajubá – FEPI, a Jornada Universitária de Pedagogia – JUPED, que teve como tema: “A Educação frente aos desafios da atualidade” e foi abordado em palestras, oficinas e apresentações culturais.

A Pró-Reitora Acadêmica do Centro Universitário de Itajubá – FEPI, Prof.ª Ma. Magda Cristina Nascimento Rochael salientou, na abertura da JUPED, a importância da educação na melhoria da sociedade, dizendo que: “Apenas quem está todos os dias dentro de sala sabe quantos desafios precisamos vencer para que o processo de ensino e aprendizagem realmente aconteça. A diversidade de necessidades dentro do espaço escolar é muito grande, sendo assim é preciso desenvolver habilidades para lidar com as diferenças individuais, sociais e culturais, oferecendo o melhor para cada aluno. Por isso, o curso de Pedagogia é uma oportunidade para aprimorar práticas pedagógicas e construir novos conhecimentos”.

A Prof.ª Ma. Maria Salete Pereira Santos que ministrou a palestra: “Diversidade: o caminho para (trans)formação do fazer pedagógico – empreendendo na educação de qualidade” e proporcionou uma reflexão aos alunos: “Como podemos agir no cenário da diversidade honrando à docência como escolha profissional?” Tal questionamento levou os alunos a pensarem na futura profissão e suas responsabilidades diante de uma sociedade cada vez mais plural.

A aluna Edilaine de Oliveira Santos, do 6º Período de Pedagogia, deu seu depoimento dizendo que a JUPED abordou temas pertinentes e atuais, que precisam ser discutidos no cotidiano das salas de aula de formação de professores. Ainda completou dizendo que a palestra da Prof.ª Maria Salete foi muito marcante e lhe passou a seguinte mensagem: “mais do que desejar uma educação multicultural, é necessário encontrar no outro o que nós temos, ou seja, a cultura do outro que há em mim”.

Além da palestra, Prof.ª Maria Salete realizou a oficina “Diversidade na Literatura Infantil”, confeccionou com os alunos a “Abayomia”, uma boneca negra, cujo significado da palavra em ioruba é: aquele que traz felicidade ou alegria. O nome serve para meninos ou meninas indistintamente. A origem da boneca se deu na época da escravidão. As mulheres negras faziam bonecas com pedaços de suas saias, com o intuito de acalmar e trazer alegria para as crianças, nos navios negreiros. Esta oficina despertou nos alunos a sensibilidade para lidar com novas culturas.

A Base Nacional Comum Curricular – BNCC, documento homologado pelo MEC, em 2017, foi outro tema abordado na JUPED, devido sua importância para os profissionais da educação, pois o mesmo serve de referência para nortear o desenvolvimento de aprendizagens dos alunos da Educação Básica. A Prof.ª Ma. Ana Cristina Ayres Mota, diretora do Colégio FEPI, foi convidada para explanar o assunto na palestra “BNCC: contexto e diretrizes para os professores”.

Agradecendo a todos que fizeram parte e colaboraram para que o evento fosse um sucesso, a coordenadora do curso, Prof.ª Ana Carolina Carneiro Lopes, destacou o empenho dos alunos que abrilhantaram a semana com a apresentação cultural do Projeto “Viva a Leitura Viva” que tratou da magia da literatura infantil na arte de aprender. Também ressaltou a qualidade das palestras e disse que: “Muitas reflexões e mensagens importantes foram transmitidas nesses dias, certamente contribuíram para construção do conhecimento dos alunos do curso”.