Notícias

FEPI conquista CONCEITO MÁXIMO no recredenciamento do MEC

 
17 de setembro de 2018

O Centro Universitário de Itajubá – FEPI obteve o conceito máximo (05) no recredenciamento do MEC – Ministério da Educação e Cultura, conforme relatório enviado à instituição na manhã de sexta-feira (14/09).

“Agradecemos e parabenizamos os professores, alunos e funcionários pela competente construção do Conceito 5, que reflete o que nosso trabalho é: responsável, organizado, competente e comprometido com o desenvolvimento da nossa comunidade itajubense” disse a Magnífica Reitora do Centro Universitário, Profª Cidélia Maria Barbosa Lima.

O Vice-Reitor da Instituição, Prof. Erwin Rolf Mádisson Júnior complementou: “Os especialistas concluíram que a nota que representa a FEPI é 5. A conclusão é óbvia, estamos no caminho correto. Mais uma vez fica evidente que trabalho sério conduz a resultados bons. Quem trabalha com educação sabe que essa nota, para uma instituição privada e do interior, é difícil de obter, o que torna a vitória ainda mais importante. Mais uma vez Itajubá se destaca na área educacional. ”

Na visão da Pró-Reitora Acadêmica Profª Magda Cristina Nascimento Rochael: “Esse conceito significa a consolidação da excelência de todo o processo exigido como padrão de qualidade pelas políticas públicas educacionais, para a educação do ensino superior. Por isto, a FEPI, por meio de seus alunos, professores e funcionários, está de parabéns, pelo envolvimento e responsabilidade com que desenvolvem seus trabalhos, e minha felicidade neste momento é imensa, por fazer parte deste grupo nota 5”.

“Este resultado só pode ser compreendido olhando para trás; é fruto de uma gestão com planejamento sólido, trabalho intenso e profissionalismo ininterrupto. Cada curso contribuiu com o seu melhor para que este resultado fosse alcançado. Esta nota 5 é certificada com qualidade, humanismo e uma pitada de ideal”, complementou Coordenador do curso de Fisioterapia Prof. Dr. Luís Henrique Sales Oliveira.

Igualmente orgulhosa pelo resultado obtido na avaliação, a aluna do curso de Letras Nicole Fernandes declarou: “Tive a honra de conhecer e trabalhar com parte do corpo docente da instituição, formado por professores comprometidos com a prática educativa que proporciona aos alunos experiências em busca da construção de um ambiente de estudo facilitador, tenho orgulho de poder dizer que estudei em uma Instituição que possui conceito máximo no MEC. ”

A avaliação. No Brasil, uma instituição de ensino superior é obrigatoriamente submetida a um processo avaliativo chamado SINAES (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior). O SINAES é constituído por cinco tipos de avaliações diferentes, sendo uma delas o Conceito Institucional, que é a avaliação in loco feita por espe-cialistas do Ministério da Educação.

Basicamente, são selecionados três especialistas de diferentes estados do país, que analisam as informações prestadas pela ins-tituição e certificam no local se elas são verdadeiras. Além da consulta à documentação, ouvem alunos, funcionários e professores e, de acordo com orientação do MEC, dão notas a vários quesitos. No final do processo, a nota deve estar contida numa escala de 1 a 5, sendo que a melhor qualidade corresponde ao maior número e uma nota menor do que três implica a possibilidade de haver o descredenciamento da Instituição. O recredenciamento atual é válido por cinco anos.

 
Tour virtual