scaneie o código ou clique aqui

Sala de aula invertida coloca os alunos do curso de Engenharia Agronômica da FEPI no centro do processo de aprendizagem

Com uma geração nascida e criada em meio a computadores, tabletes, smartphones e sempre conectados à internet, o modelo tradicional de educação, em que o professor é fonte de todo conhecimento, está cada vez mais ultrapassado.

Neste contexto de mundo globalizado e com fácil acesso às informações, as metodologias ativas ocupam gradativamente o espaço no processo de ensino e aprendizagem. Tais iniciativas têm como princípio transformar o aluno no protagonista desse processo.

Na aprendizagem ativa, em oposição à tradicional – pautada na transmissão de informação, o aluno assume uma postura dinâmica, na qual ele resolve problemas, desenvolve projetos e, desse modo, cria oportunidades para a construção do conhecimento.

“Esse método possibilita que a teoria seja colocada em prática para os que os resultados apareçam e o Centro Universitário de Itajubá/FEPI prioriza essas atividades, visando sempre a melhor formação dos alunos, preparando-os de forma eficaz para o mercado de trabalho desde o início do curso” diz a professora e coordenadora do curso Liliana Pasin.