Turma de Ciências Biológicas realiza Minicurso de Birdwatching

Nos dias 23 e 24 de agosto de 2019, o biólogo e ex-aluno do curso de Ciências Biológicas da FEPI Silvander Aparecido Mendes, ministrou um minicurso prático de Birdwatching – Observação de pássaros em ambientes silvestres, em português o termo entre os praticantes da atividade é “Passarinhada”, que seria uma caminhada em trilhas ecológicas com objetivo de procurar espécies endêmicas e raras. Os alunos foram até a estrada da Bartira no município de Delfim Moreira e realizaram uma trilha de nível fácil, que possibilitou a observação de mais de 40 espécies de pássaros diferentes, os alunos puderam realizar o registo fotográfico de algumas e catalogaram as imagens nos aplicativos AVE e no E-bird, internacionalmente utilizados para a atividade de observação de aves.


A atividade de observação de aves é considerada de baixo impacto ambiental, e importante para a conservação de aves e tem despontado entre os praticantes de turismo ecológico. O avistamento de aves consiste na coleta de registros visuais ou auditivos de aves, e pode ser realizada a olho nu, ou com auxílio de equipamentos que aumentam a capacidade visual do observador, como binóculos e câmeras fotográficas. A audição é essencial em observação de aves, já que a grande maioria das espécies é sensivelmente mais fácil ouvir do que de ver no primeiro momento.


O conhecimento dos observadores de pássaros e as expectativas destes em encontrar e registrar uma grande gama de espécies acaba gerando uma ligação direta entre a biodiversidade da avifauna de uma região com a renda, incentivando a preservação da fauna e flora e também aquisição de conhecimento sobre as mesmas. Um maior número de aves raras e a atração que esse local irá movimentar com o ecoturismo, inclusive internacional podem ser economicamente importantes para a região. Algumas espécies de aves raras são altamente sensíveis a perturbações, e se são raras, normalmente significa que estão ameaçadas de extinção, isso pode ser um contraponto se o avistamento não for feito com os cuidados necessários.


No Brasil a observação de pássaros vem se popularizando e os guias de “birdwatching” estão cada vez mais requisitados no acompanhamento de estrangeiros que visitam o país com esse intuito, o nosso país apresenta a maior biodiversidade do mundo e é o segundo, atrás da Colômbia e à frente do Peru, em número de espécies de aves com 1919 espécies de aves já registradas pelos observadores. Na última década o país se destacou por apresentar o maior número de novos registros de espécies nos aplicativos de observação de pássaros.


No minicurso os alunos aprenderam sobre o uso consciente de playbacks do canto dos pássaros, sobre como utilizar os aplicativos para “birdwatching”, ecologia das espécies endêmicas da região e puderam realizar a passarinhada guiada. O melhor horário para observação de pássaros é logo pela manhã, os alunos estavam na mata bem cedo, com muito ânimo e foram recompensados com lindas imagens e muito aprendizado.