scaneie o código ou clique aqui

A obra “Vidas Secas”, de Graciliano Ramos foi a inspiração para a JUPED 2020

A Jornada Universitária Pedagógica (JUPED) do Curso de Pedagogia do Centro Universitário de Itajubá- FEPI, aconteceu entre os dias 05 e 08 de outubro tendo como tema “Educação: do mundo sem cor e sem amor para o sol da esperança”, baseado na obra literária de Graciliano Ramos, Vidas Secas.

A partir desse tema novos subtemas foram surgindo e embasando as palestras que aconteceram. Prof.ª Amanda Nascimento Fernandes, iniciou o evento analisando a obra e evidenciando “O ciclo da ausência na obra de Graciliano Ramos”. Foi possível refletir que além de uma terra seca tem também um homem seco, que a habita e é um mero vivente, e a única coisa que ele precisa defender é a vida. Quanto descaso social e exploração humana! Um mundo sombrio, sem cor e até mesmo sem amor.

No segundo dia a Prof.ª Maria de Lourdes Mancilha Nunes Matos, ministrou palestra enfatizando a importância do papel do professor e de sua prática contextualizada em sala de aula como forma de transformar vidas, trazendo luz, cor e conhecimento para o educando.

A noite cultural, no terceiro dia do evento trouxe a culminância do Projeto “Viva a Leitura Viva”, em que os alunos do curso realizaram a releitura da obra “Vidas Secas” fazendo diversos recortes: a vida seca no interior das pessoas, as misérias humanas da vida em sociedade e o papel social da educação. Foi uma explosão de sentimentos e os alunos mostraram que o conhecimento tem poder de colorir a vida das pessoas e do mundo ao redor delas.

No encerramento do evento Prof. Robson Maroti Júnior resgatou em sua fala as peculiares condições de vida das populações desfavorecidas e o papel do educador na formação social do aluno.

 Para a coordenadora do Curso, Prof.ª Ana Carolina, o evento mesmo acontecendo online não perdeu em nada para as edições anteriores. As reflexões que foram realizadas sobre as vidas secas tanto no interior das pessoas como na vida em sociedade revelaram que o educador precisa fazer uso do poder que tem suas mãos. A participação e o comprometimento de toda equipe: professores e alunos, tornaram a JUPED desse ano muito emocionante e cada um pode experimentar, em sua casa, a gentileza e o carinho que um tem para com outro. Sentimos abraçados pela JUPED.

A aluna Ariane Gabrielle Borges, do 4º Período de deu seu depoimento dizendo que a semana do Curso de Pedagogia sempre nos encanta com seus temas, deixando-nos impressionados, e esse ano não poderia ser diferente. A JUPED desse ano me fez refletir sobre a importância da educação na vida dos indivíduos, e da inclusão de todos os tipos de alunos e em todos os lugares. É gratificante ser uma aluna de Pedagogia em uma instituição com professores que nos inspiram e nos motivam a ir além e levar educação a todos os lados, pois como já dizia Paulo Freire “Educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas. Pessoas transformam o mundo.”