scaneie o código ou clique aqui

FEPI realiza entrega de cestas básicas aos detentos que prestam serviços no Centro Veterinário

A Fundação de Ensino e Pesquisa de Itajubá – FEPI realizou no dia 22/08 a entrega de cestas básicas para seis internos que cumprem pena no presídio da cidade e que, há um mês, prestam serviços no Centro Veterinário da Instituição. Por meio da parceria estabelecida os detentos têm tido a oportunidade de, diariamente, reconstruírem suas vidas prelo trabalho prestado e a convivência com professores, funcionários e alunos.

Na entrega das cestas o Presidente da Fundação de Ensino e Pesquisa de Itajubá, e Vice-Reitor do Centro Universitário, Prof. Erwin Rolf Mádisson Júnior declarou: “Decidimos trabalhar em parceria com o sistema prisional e tem sido um sucesso. Em nome da FEPI agradecemos o trabalho executado. Não temos nada a reclamar, o trabalho tem sido exemplar. A cesta básica doada mensalmente é uma singela forma de reconhecer o que está sendo feito. Errar todos erram, temos que reconhecer os erros, arcar com as consequências e não tornar a repeti-los”. Dirigindo-se aos internos disse: “Espero que quando retornarem para vida em sociedade dediquem-se ao trabalho e a família. Queremos encontrá-los andando na rua de cabeça erguida. Estamos orgulhosos de vocês, o serviço foi de primeira qualidade. ”

“Agradecemos a instituição e os servidores, por essa parceria, por terem aberto essa oportunidade, acreditarem no nosso trabalho, realmente é importante, estamos colhendo os primeiros frutos desse trabalho, foi mantido todo o combinado, esse olhar diferenciado nesse processo de ressocialização e reintegração é importante demais” disse o diretor de Atendimento e Socialização Leandro Rodrigues Palma.

Os internos agradeceram pelo tratamento e a oportunidade, destacando que foram bem recebidos desde o primeiro dia de trabalho.

Projeto de ressocialização. Uma comissão composta por servidores da Segurança, Serviço Social, Saúde, Direção, Psicologia, Produção, Jurídico e Inteligência seleciona os detentos para o trabalho externo; pelo serviço prestado eles recebem ¾ do salário mínimo e remição de pena, a cada três dias trabalhados, um é abatido da pena. Ao longo do trabalho a comissão supervisiona o comportamento e desempenho de cada um dos internos.

Skip to content