scaneie o código ou clique aqui

Prepare-se para oportunidades

Sabia que a carreira em Análise e Desenvolvimento de Sistemas é considerada uma das mais promissoras nos tempos atuais? Ela também é uma das que mais carecem de mão de obra.

Apesar de existirem muitas oportunidades, a quantidade de pessoas especializadas para trabalhar ainda é considerada relativamente baixa. Tudo isso em razão de o mercado exigir que esses profissionais sejam qualificados para que possam desenvolver as suas habilidades e obter um alto rendimento.
Diante disso, tem crescido cada vez mais a procura por cursos superiores nessa área. Sabendo disso, o Centro Universitário de Itajubá- FEPI passou a contar esse ano com o curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas . Se você ainda tem dúvidas se vale investir nesse ramo, neste post vamos te mostrar o custo x benefício.

Retorno rápido do investimento
Na hora de investir em estudos, uma preocupação é saber se terá esse retorno financeiro assim que se forma. Uma das vantagens de se especializar na área de análise e desenvolvimento de sistemas é que muitos desses estudantes conseguem emprego antes mesmo de se formarem.

O setor brasileiro já está entre os 10 maiores do mundo. Isso justifica a grande necessidade de contar com pessoas capacitadas para suprir essas demandas. Cerca de 90% dos alunos em fase de conclusão na sua graduação conseguem entrar para o mercado de trabalho ainda nessa etapa.
A média salarial inicial também é outro atrativo. Dependendo da área de atuação, um profissional de TI pode ganhar mais de R$ 5 mil.

Curso de tecnologia tem a mesma importância de um bacharel?
A questão da relevância do diploma emitido em um curso de tecnologia costuma ser uma dúvida recorrente entre as pessoas. Se esse é o seu caso, saiba que sim, ele tem a mesma validade dos cursos de bacharelado.
Mas afinal, o que difere um do outro? Nesse caso, apenas o tempo. Essa é, ainda, uma das vantagens de investir no curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

Ao contrário do Bacharel ou licenciatura, ele tem uma duração menor (média de dois a três anos). Enquanto os dois primeiros possuem disciplinas mais densas e teóricas, no último elas costumam ser mais práticas e que atendam as reais necessidades do mercado de trabalho.

Com o que posso trabalhar?
Como mencionamos, o mercado para profissionais na área de Análise e Desenvolvimento de Sistemas está superaquecido. Outro benefício de investir nessa carreira é que você terá um mercado amplo para trabalhar e ter estabilidade financeira.

Um analista/desenvolvedor atua, principalmente, com softwares. Sendo assim, é possível exercer funções em diversas fases de um sistema computacional, o que pode contribuir para o seu aprimoramento e especialização em determinadas áreas específicas.

Embora a concorrência ainda seja baixa, quanto mais conhecimento você obter, maiores serão os seus diferenciais no futuro. Veja, a seguir, algumas das áreas de atuação:
• Desenvolvimento de Software;
• Administração de Redes;
• Administração de Banco de Dados;
• Desenvolvimento de Projetos
• Desenvolvimento de Jogos;
• Assistência Técnica e Consultoria (hardware, software ou de processos informatizados).

Esse profissional poderá atuar tanto em empresas de tecnologia, como nas demais, de outros setores, que carecem de especialistas em TI, como indústria, comércio e serviços, organizações não governamentais, entidades públicas, centro de pesquisas, entre outros.

Agora que você já sabe que a área técnica em Análise e Desenvolvimento de Sistema é uma boa opção para quem deseja ingressar no setor de TI, que tal dar o próximo passo rumo ao sucesso profissional?

Inscreva-se no processo seletivo e seja Fepi você também: https://estudeaqui.fepi.br/iniciar-inscricao